[Clipping] Sacis na bateria da São Torquato prometem surpresa na avenida

dsc2868

Publicado originalmente por G1 ES

O universo do folclore brasileiro vai invadir o Sambão do Povo quando a Independentes de São Torquato passar. Com esta temática, não faltarão sacis, botos e curupiras no desfile da escola.

A escola de Vila Velha vai ser a terceira a desfilar na sexta-feira, dia 29 de fevereiro. O carnaval de Vitória acontece nos dias 29 e 30, no Sambão do Povo.

No desfile da São Torquato, passarão pela avenida três carros alegóricos, 14 alas e aproximadamente 900 componentes.

Trazendo uma grande escultura da sereia Iara, a primeira alegoria vai representar os contos e mitos das águas. O segundo carro vai retratar os contos e mitos das matas, com uma escultura do saci pererê.

O terceiro e último carro terá as cores vermelho e branco, representando os contos e mitos das crianças do bairro São Torquato.

Doze crianças de um projeto de ginástica rítmica vão compor a comissão de frente. Elas vão apresentar o início do lúdico, o interesse pela leitura e a essência de acreditar em personagens folclóricos como o saci e a mula sem cabeça.

“Estamos fazendo uma visão do folclore bem infantil. Vamos falar do saci, do curupira, do boto rosa, da Iara…”, enumerou o carnavalesco Jeferson Lima.

Os componentes da bateria estarão fantasiados de saci. De acordo com o carnavalesco, os ritmistas serão responsáveis por uma grande surpresa no desfile.

E por falar em personagens, um capixaba deficiente físico vai interpretar o saci pererê na avenida. Ele fez participação no primeiro Sítio do Pica-pau Amarelo.

Das 14 alas, 12 serão comerciais. Por conta do acidente com uma pedra no Morro da Boa Vista, as fantasias da 13º ala e da ala das baianas foram doadas pelo presidente da escola aos moradores de Boa Vista para que eles possam participar do desfile.

“Estamos levando uma escola não muito luxuosa, mas bem acabada, com alas bem dentro do enredo”, finalizou Jeferson.

Samba-enredo na ponta da língua
Enredo: “Folclore Brasileiro”
Compositores: Felipe Viana, João Machado e Marcinho Diola

Independentes eu sou
Num reino encantado de amor
Revelo para o mundo inteiro
Histórias do folclore brasileiro

Puxa a cadeira, serve o café, vem prosear
À luz do lampião, tenho um causo pra contar
Bela voz quis despertar
Desejos para conquistar meu frágil coração
A doce Iara lançou um feitiço
Brilhante, boitatá me salvou
Fugimos pela floresta
E alguém assobiou

Cachimbo na boca, numa perna só
Pulando e girando, eu vi o saci
Tem festa na mata, é muita alegria
Cantam os seres de magia

Não se engane
Boto Rosa seduz, vira amante
Sob a lua rodeia as cidades
Foi lindo ouvir o uirapuru cantar
Segui pegadas pelo chão
Vermelho fogo no cabelo
Que baita susto, curupira!
Partiu de galope na montaria sem cabeça
Lá vem negrinho pastoreio com a vela acesa
Antes do lobo uivar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s