Versão brasileira – Conheça os Pokémons inspirados no folclore nacional

Andriolli Costa

A equipe do Colecionador de Sacis está pronta! Monte a sua! (arte: Fábio Meireles)

Por Andriolli Costa

Em 2016, em plenas comemorações dos 20 anos do lançamento da franquia Pokemon no Japão, artistas brasileiros celebravam à sua própria maneira seu amor pelos monstrinhos que conquistaram gerações. Criaram, eles próprios, versões nacionais de regiões, líderes de ginásio e criaturas dos mais variados tipos. E o folclore brasileiro acabou sendo grande inspiração para tornar a brincadeira ainda mais divertida.

Sacis, curupiras e iaras são frequentes, mas não pense que apenas mitos e lendas viraram Pokemons! O gancho para criar as versões brasileiras também veio dos pratos típicos, do artesanato, das festas populares e até mesmo da capoeira.  Cheguei a escrever uma matéria aqui no blog destacando o trabalho do Fábio Meireles e do Webby Júnior, especialmente pelo que fizeram com o Saci. Mais surgiu tanta coisa nova desde então que foi preciso criar uma postagem nova para dar conta de tudo.

Não resisti e montei junto ao Fábio Meireles minha própria equipe de “Folkmons” para me tornar Campeão da Liga Folclórica. E se fosse você, quem estaria na sua equipe?

Fábio Meireles – Fakemon Metanik 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um dos destaques para mim são as evoluções. De animais comuns, vamos chegando aos seres mitológicos – como o tamanduá que vira um capelobo, a preguiça que vira mapinguari e a anta que vira homem do saco . Bacana também é que seu pokemon Boto só se torna o Cor de Rosa a partir da segunda evolução. Existiria um boto cinza? Existe sim! É o boto Tucuxi, bem conhecido no Norte do país e um adversário do Rosa no Festival dos Botos que ocorre no Pará. Ah, e reconheceu o Pokemon caranguejo? Sua evolução é inspirada nos tambores do Maracatu.

Diego Guilherme – United Regions

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nesta série, Boi Caprichoso e Boi Garantido das festas de Parintins foram incorporados como formas variantes de um mesmo pokemon. Fico imaginando grandes possibilidades narrativas a partir disso! Foi uma das poucas que pensou em criar também um contexto brasileiro, e não apenas pokemons. Temos aqui uma líder de ginásio inspirada nas baianas vendedoras de acarajé! Maravilhoso!

Lucas Costa – Ansul Region

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um acabamento refinadíssimo e grande inovação tornam essa uma das minhas séries favoritas. Temos aqui pokemons inspirados em tapioca, na capoeira, e nas carrancas do São Francisco. O melhor de todos, mais especial até mesmo que o saci de múltiplas formas, certamente é termos o Anhangá como pokemon lendário. Um lugar mais do que merecido.

Luan Dias – Brasul Region

Este slideshow necessita de JavaScript.

Essa sequência traz como diferencial a inspiração indígena, tanto ao criar Pokemons inspirados nos povos quanto ao misturá-los com suas lendas. É o caso da Lenda da origem do Guaraná, que gera duas evoluções guerreiras. Outra inspiração foram os Maracás, objetos frequentes em diversas celebrações. Curiosa foi a escolha de dar uma nova forma a um Pokemon antigo. Arbok, clássica criatura cobra, na Brasul region ganha os olhos de fogo do Boitatá. Ao que parece, o artista está desenvolvendo um Rom Hack para que seja possível efetivamente jogar com os monstrinhos!

Jin Lopes – Guaran Region

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um pokemon Loira do Banheiro é o grande chamariz desta série! Acho curioso também a escolha de Matinta Perê como nome para o pokémon saci, o pássaro que em algumas versões é responsável pelo assovio do saci. Usando um “cinto de capoeira” (ao invés de um black belt), o Eevee evoluiria para Kapureon, lutador de capoeira. Curioso!

AtmaFlare – Tupana Region

Este slideshow necessita de JavaScript.

O artista investiu em várias versões de pokemons guaraná, como já foi bastante explorado, mas não parou por aí. Temos uma criativa referência aos balões de festa junina, aos búzios e orixás da cultura africana e, é claro, um pokemon inspirado no Visconde de Sabugosa e na tradição popular de fazer bonecos com sabugo de milho!

Webby Junior – Fakemon Brazil

Este slideshow necessita de JavaScript.

A variedade de inspirações desta sequência é de encher os olhos. Gosto especialmente dos pokémons inspirados  no Arraial do Pavulagem, um grupo folião folclórico famoso no Pará, e do artesanato Marajoara como referências. Tivemos também mais uma criatura inspirada no Muiraquitã, mostrando a força dessa imagem.

Pokémon Cyan and Orange

Este slideshow necessita de JavaScript.

Apenas um sacizinho figura na Pokedex da página. Quando ele evolui, vira uma criatura meio  caju – uma curiosa referência à sua perna única. É também o segundo a usar o nome “Nancy” para um pokemon saci.

Diego Braga –  Braga Fakemon

Este slideshow necessita de JavaScript.

Apenas dois pokemons boto, sem nome ou características. O artista se dedicou pouco a essa obra.

Anúncios

Uma resposta para “Versão brasileira – Conheça os Pokémons inspirados no folclore nacional

  1. Pingback: Ideias inovadoras para trabalhar folclore na escola | Colecionador de Sacis·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s