Quem eram os escravos de jó?

1466233328963.jpg

Arte: Jean-Baptiste Debret

Por Andriolli Costa

Como várias das cantigas tradicionais brasileiras, a clássica Escravos de Jó tem sofrido uma série de atualizações por pais e educadores preocupados com as mensagens a serem transmitidas aos seus filhos. Surgem então os Amigos de Jó, que jogavam caxangá. Também não são mais “guerreiros”, mas “festeiros” os participantes da brincadeira. Para além de qualquer acusação de “politicamente correto”, pretendemos neste artigo explorar como possível o lastro da cantiga, para compreender o que está ou não sendo alterado.

Quem busca pelo significado da música nos mecanismos de busca se depara com uma terrível série de especulações apresentadas com ares de certeza. Na Super Interessante, encontramos a ideia de que o Jó bíblico teria sido apropriado pela cultura negra para “simbolizar o homem rico”. Já na Fatos Desconhecidos, encontramos a suposição de que “zigue zigue zá” era o ziguezague que os escravos faziam para fugir do capitão-do-mato. Palpites com zero rigor, que não devem ser levados a sério.

Pontuamos, de início portanto, que não existe uma resposta já construída. O que temos são pistas que podem ser seguidas. Vamos começar a desvelar esses caminhos agora.

Escravos de Jó

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s