Top 10 bonecos de Bolsonaro na malhação do Judas

ea7dd47e7c2aafdc08ed5adad770a3d7

Queima do Judas, por Debret

Durante a Sexta-Feira Santa os fiéis católicos relembram a morte de Jesus, e seu sacrifício é espelhado pelos vários interditos da quaresma. O mais famoso, claro, é o da proibição de comer carne vermelha. Mas durante muito tempo a data foi marcada como momento de introspecção; não se podia dançar, cantar, assoviar ou namorar, para não ofender o sofrimento divino. Até comer doce era proibido, já que o Senhor só havia se alimentado de fel.

A data seguinte, o Sábado de Aleluia, por outro lado, ganhou ares de festa na cultura popular. As crianças acordavam com as surras simbólicas de raminhos para “tirar a aleluia” e expiar os pecados. A festa se espalhava pelas comunidades, com muita música, comida e o ponto alto: a malhação do Judas.

Os bonecos costumam ser feitos por famílias ou grupos da vizinhança com roupas velhas, estopa e espuma. Há ainda bonequeiros que vendem bonecos personalizados de papel machê que podem custar de R$ 50 a 300. O folclorista Mário Souto Maior relembra que havia um costume antigo de roubar o Judas do bairro vizinho para que os outros não pudessem expiar os pecados no boneco.

Pontualmente ao meio dia, a hora da luz a pino, tem início a expiação dos pecados do apóstolo que traiu a confiança de Cristo. Os Judas são espancados a socos, pauladas e por fim são incinerados.

Tradicionalmente é comum que o Judas seja uma crítica política. Às vezes é um personagem criado para representar uma indignação da comunidade (buracos na rua, violência), em outras representa diretamente um político, personalidade pública e até jogador de futebol. Se o povo sofre, desconta no Judas.

Este ano uma das figuras mais representadas no Sábado de Aleluia foi o presidente Jair Bolsonaro. Cada boneco traz sua própria crítica a um aspecto do governo: das reformas às relações internacionais;  da polícia armamentícia ao preço dos combustíveis. Selecionamos o top 10 aqui para vocês:

10 – Judas motorista de aplicativo

b3

Quantas estrelas você dá pra esse Uber?

9 – Judas Girafinha

B2

Achei fofo. Melhor essa camiseta do que o moletom com paletó

8 – Judas pescoçudo

b4

Bem tradicional, seguindo o destino do apóstolo na Bíblia

7 – Judas da arminha vermelha

b5

Vermelho? Comunista!

6 – Judas de Caracas

b7

O Judas na Venezuela teve um rosto bem conhecido

5 – Judas caipira

b8

Quase um Nerso da Capitinga fazendo arminha com a mão

4- Judas Tiozão

b9a

Skolzinha no canudo e cigarro no bolso da calça

3 – Judas Carga PEsada

b10

É uma cilada!

2 – Judas Tchutchuca

b1

Tigrão com os cristãos, Tchuchuca com os soldados romanos

1 – Judas Bolsa de Cocô

b6

Tem que ver isso aí.

Anúncios

Uma resposta para “Top 10 bonecos de Bolsonaro na malhação do Judas

  1. Pingback: Folclore é o jornalismo do povo | Colecionador de Sacis·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s