5 simpatias para afastar caipora, por Hélio Serejo

cropped-caipora-bdm-awvas-1024x478

Caipora, por Anderson Awvas

Andriolli Costa

Umas das criaturas mais conhecidas do folclore brasileiro, o Caipora está presente em todo o Brasil. Kaa’pora, afinal, significa habitante do mato e, como pontua o memorialista Helio Serejo, onde houver um restício de macega, lá poderá haver um caipora para protegê-lo.

A função do mito acaba sendo a mesma, mas e sua aparência? Esta sim tem grande variação. Muitas vezes se misturando com o próprio imaginário do Curupira. Serejo, em seu livro Lendas do Estado de MS , republicado em suas obras completas (2008), relata quatro versões diferentes que recolheu sobre a criatura:

Um macaco descomunal cabeludo, de grandes narinas e pés disformes; um homem peludo de cara chata, olho quadrado, unhas imensas e pontiagudas; uma criança de cabeça enorme; uma mulher unípede.

Por vezes, pode aparecer como um “indiozinho fumando cachimbo” e montado em um porco do mato. Às vezes, como o próprio porco do mato, preto, lanudo e de olhos de fogo. Quando quer assustar mesmo, vem montado em onça.

Helio Serejo-04

Helio Serejo (1912-2007)

Mas não se preocupem, o caipora não é malvado. Segundo Serejo, gosta mesmo é de pregar peças. As vezes se disfarça até de árvore, só para assustar quem passa na encruzilhada. Mas de vez em quando o encantado vai além. Na Guerra contra o Paraguai, Serejo diz que os caiporas da fronteira atacavam constantemente os acampamentos dos dois lados: faziam chover granizo, traziam furacão, derrubavam ponte, incendiavam acampamentos e desnorteavam soldados.

Serejo, que chegou a trabalhar como ervateiro no então Sul de Mato Grosso, recolheu suas histórias ainda vivas no folclore fronteiriço. Segundo ele, se tem uma coisa que pode com caipora é benzedor. Mas há de se tomar cuidado! Depois de realizado o benzimento, o autor fica “bobo” e pode se perder no mato. Melhor mesmo é usar as simpatias listadas abaixo. Elas são tiro e queda!

Fonte:

SEREJO, Hélio. Lendas do Estado de Mato Grosso do Sul. in: SEREJO, Hélio. Obras Completas vol. 8. Campo Grande: Instituto Histórico e Geográfico, 2008. p. 101-103.

5 – Lavar o rosto com urina

mistakes-youve-been-making-while-washing-your-face-652x400-1-1454069657

Lavar a cara de manhã cedo com urina é dar um nó na ponta da camisa ajuda a deixar o caipora bem longe.

4 – Ervas debaixo do braço

g-1
Guanxuma sapecada no fogo e enfiada no sovaco também funciona bem. A planta é conhecida na roça como um santo remédio. Além dos chás, as folhas e raízes maceradas são usadas em doenças respiratórias como a asma, bronquite, dispneia e pneumonia. As flores são aplicadas em picadas de vespa ou comidas para aliviar as dores do parto.

3 – Azeite no umbigo

Pouring extra virgin olive oil from glass bottle.

Untar o umbigo com azeite e esparramar pó de fumo ajuda a afastar o encantado. Dizem que um dos jeitos de agradar o caipora é oferecendo fumo para ele no toco das encruzilhadas antes das matas. Talvez haja aí uma ligação.

2 – Leite materno atrás da orelha

beleza-linda-seduzir-mulher-perfume
Leite de peito de mulher recém-parida espalhado atrás da orelha faz o mesmo trabalho. Mas deve ser espalhado com um sabugo seco retirado do chiqueiro de porco.

1 – A mais poderosa

Nephrolepis-exaltata-Marisa-06
A planta desta imagem tem vários nomes. Atualmente é mais conhecida como “Samambaia Havaiana”. Um capucho dessa planta em ninho de galinha choca não só afasta o caipora. Faz o encantado ficar virando no mesmo lugar até cair entontecido, babando e soltando fumaça pela boca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s