Com paus e foices, moradores caçam lobisomem no interior de MS

Com informações do TopMídia News e Midiamax

matogrossodosul_municip_iguatemi-svg

Iguatemi/MS

Era quase meia-noite quando a Polícia Militar foi acionada nesta segunda-feira, 20, pelos moradores de Iguatemi, em Mato Grosso do Sul. É que um animal de corpo estranho foi visto pelo Jardim Konrad, tendo inclusive atacado o carro de uma mulher que passava pela região.

Assustada, a filha da motorista enviou um áudio para o grupo de whatsapp dos moradores da cidade. Pedia para todos tomarem cuidado e evitarem sair de casa devido a criatura. “A gente não sabe se é um cachorro ou um lobo. É um troço muito feio e grande. Se ela não guarda rápido, ele tinha pego o braço da minha mãe”. Foi o suficiente para a história se alastrar.

Quando a polícia chegou, encontrou moradores armados com pedaços de madeira e foices, caçando o lobisomem. A guarnição iniciou a busca pelo local, porém nenhum animal com as características descritas foi encontrado.

Alerta
As redes sociais são espaço mais do que convidativo para que histórias fantásticas como estas se espalhem. Em 2016, o jornal Extra fez uma matéria mostrando como a mesma foto de um avistamento de lobisomem na cidade de Taubaté/SP já tinha sido utilizada para confirmar relatos em Brasília, na Bahia e até mesmo em Mato Grosso do Sul. O texto do jornal traz um questionável tom de deboche, mas ainda assim cabe ficar atento.

Confira o áudio da moradora abaixo:

Lobisomens em Mato Grosso do Sul
Uma das mais famosas aparições de lobisomens no estado é o caso do Lobisomem de Três Lagoas, que ganhou repercussão nacional após ser divulgado pelo Fantástico nos anos 90 dentro do quadro Sem Limite apresentado por Lima Duarte. Os depoimentos alternam aqueles que acreditam na visagem e os que fazem troça da suporta ingenuidade do povo. Iracema Cardoso, que garante ter visto o “bicho”, descreve-o como sendo uma mescla entre cachorro e porco, que fuçava o portão de sua casa.

Essa mescla de animais, sem a exclusividade dos lobos, é uma peculiaridade do lobisomem brasileiro e é herança direta de Portugal. O português José Homem Machado, por exemplo, descreve em O Folclore da Ilha do Pico que o lobisomem é o sujeito amaldiçoado que em certas horas da noite toma a forma de um touro. Ou ainda de outro animal, desde que consiga se espojar em seu excremento.

Veja aqui a matéria sobre o Lobisomem de Três Lagoas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s